top of page
FA FLEX CORE 120 tabletes (nova fórmula)

FA FLEX CORE 120 tabletes (nova fórmula)

€20,00Preço

FA Core Flex® é uma fórmula que inclui um amplo elenco de nutrientes para a saúde das articulações, dos tendões e dos ligamentos. Contém substâncias concentradas e que atuam de forma sinergética, que são responsáveis pela construção da cartilagem das articulações e que melhoram ainda a lubrificação.

Os problemas de articulações e ossos são um verdadeiro problema. Afeta sobretudo as pessoas adultas (enfermidades degenerativas) e jovens (atletas) já que nos treinos intensos a nível de exercícios, as articulações é que levam a pior parte, suportando grandes cargas de tensão que podem dar origem a lesões e a outras doenças. Por isso é de suma importância que cuidemos delas e as tratemos como realmente merecem.

FlexCore® é uma cápsula de gel especial que vai conduzir à máxima assimilação dos nutrientes e facilitar o seu consumo.
Ingredientes que ajudam a reparar e proteger o tecido conetivo das articulações e dos ligamentos
Uma mistura de ingredientes para melhorar a lubrificação das articulações.
Ingredientes que possuem a função anti-inflamatória.
Inclui minerais que complementam a nutrição das tuas articulações, evitando assim qualquer carência possível.

Vitamina C:

  • contribui para a formação normal de colágeno para a função normal dos vasos sanguíneos contribui para a formação normal de colágeno para a função normal dos ossos
  • contribui para a formação normal de colágeno para a função normal das gengivas
  • contribui para o metabolismo normal de produção de energia contribui para o funcionamento normal do sistema nervoso
  • contribui para a função psicológica normal
  • contribui para o funcionamento normal do sistema imunológico
  • contribui para a proteção das células do estresse oxidativo
  • contribui para a redução do cansaço e fadiga

Selênio:

  • contribui para a espermatogênese normal
  • contribui para o funcionamento normal do sistema imunológico
  • contribui para a proteção das células do estresse oxidativo

Vitamina E:

  • contribui para a proteção das células do estresse oxidativo

Vitamina D:

  • contribui para a absorção / utilização normal de cálcio e fósforo
  • contribui para os níveis normais de cálcio no sangue
  • contribui para a manutenção de ossos normais
  • contribui para a manutenção da função muscular normal contribui para o funcionamento normal do sistema imunológico

Zinco:

  • contribui para o metabolismo ácido-base normal
  • contribui para o metabolismo normal dos carboidratos
  • contribui para o metabolismo normal dos ácidos graxos
  • contribui para a manutenção de ossos normais
  • contribui para a manutenção de uma pele normal

Manganês:

  • contribui para a manutenção de ossos normais
  • contribui para a proteção das células do estresse oxidativo

Gengíbre: Vários estudos descobriram que o gengibre imita os anti-inflamatórios não esteroides (AINE), os fármacos de primeira linha contra a artrite. Parece que funciona reduzindo as substâncias químicas causadoras da dor que fazem parte da resposta do organismo à inflamação – e faz isso sem os efeitos colaterais das medicações.

Curcuma: A curcuma ou açafrão-da-terra (Curcuma longa L.) é conhecida há milénios, sobretudo na Ásia, como especiaria. É um dos principais constituintes do caril. O rizoma da curcuma, que durante séculos tem ocupado um lugar proeminente na medicina tradicional indiana, tem sido objeto de numerosos trabalhos. O rizoma de curcuma é rico em polifenóis: os curcuminoides. Entre eles, a curcumina que é o pigmento amarelo da curcuma.

É o componente principal comumente usado quer como especiaria quer como corante alimentar. Rico em curcumina, a curcuma é conhecida por sua ação sobre as articulações e pelas suas propriedades antioxidantes.

Pimenta preta: Pimenta preta (Piper nigrum L., família Piperaceae) é uma das especiarias mais utilizadas no mundo, conhecida por seu composto picante, a piperina.

A pimenta preta possui propriedades antioxidantes. A Piperina é o principal alcaloide da pimenta. Atua como um agente potenciador da curcuma e melhora sua biodisponibilidade.

Um artigo publicado em Journal of American College of Nutrition relata um benefício da suplementação com quercetina em um estudo randomizado e duplo-cego de mulheres com artrite reumatoide.

Quercetina: O ensaio incluiu 40 pacientes com artrite reumatoide que receberam 500mg de quercetina ou um placebo diariamente, durante oito semanas. As amostras de sangue coletadas antes e após o período de tratamento foram analisadas quanto à taxa de sedimentação de eritrócitos (ESR) e ao fator de necrose tumoral de alta sensibilidade (sigla em inglês, hs-TNFa, um marcador de inflamação) nos níveis plasmáticos. As conclusões dos exames executados por médicos que determinaram o número de articulações inchadas e sensíveis foram combinadas com resultados da ESR para calcular a atividade da doença. Questionários de avaliação de saúde avaliaram a qualidade de vida e a deficiência.

No final do ensaio, as mulheres que receberam quercetina tinham menor rigidez e dor matinal, e dor após atividade, em comparação com seus níveis no pré-tratamento. Em contraste, aquelas que receberam placebo experimentaram mudanças não significativas. Os escores de atividade da doença, o número de articulações sensíveis, os escores do questionário de avaliação de saúde e as avaliações globais de médicos melhoraram significativamente no grupo quercetina, permanecendo essencialmente inalterados entre aquelas do grupo placebo. 

Boswellia Serrata: A Boswellia serrat